Weby shortcut
Instagram
Youtube da UFG
Griboski

Professora da UnB é uma das palestrantes no Seminário Nacional de Acessibilidade

Por weberson dias. Criada em 11/06/18 16:43. Atualizada em 11/06/18 16:43.

É presença confirmada no I Seminário Nacional de Educação Inclusiva e Acessibilidade & II Seminário Regional de Inclusão e Acessibilidade, a professora Cláudia Griboski, da Universidade de Brasília (UnB). O evento acontece na primeira semana de julho nos dias 4, 5 e 6, com programação em cinco locais diferentes: Biblioteca Cajuí, Cine Teatro São Joaquim, Palácio Conde dos Arcos, Quartel do XX e Unidade Acadêmica de Ciências Humanas (UAECH).

Em entrevista à Assessoria de Comunicação da Regional, Cláudia falou que eventos como esse são uma ótima oportunidade para refletir em âmbito local as políticas educacionais. “Além disso, promovem uma formação articulada entre os saberes e as práticas e contribui para instrumentalizar a comunidade acadêmica em suas competências de modo a encontrar soluções para os desafios impostos pelo sistema educacional. Minha expectativa é de contribuir e participar de um momento de aprendizagem coletiva sobre inclusão educacional”, pontou.

Claudia

Segundo a docente, pensar a acessibilidade na educação superior requer conhecimento das políticas e da trajetória da educação especial na perspectiva da educação inclusiva. “Também reconhecer os princípios orientadores do processo de inclusão, as diretrizes para promover a acessibilidade com medidas que extrapolam a dimensão arquitetônica e abrangem o campo legal, curricular, das práticas avaliativas, metodológicas, entre outras”, destacou.

 

Gestores

Cláudia Maffini Griboski ministrará o minicurso “Acessibilidade: orientações aos processos de avaliação da educação superior”, voltado especificamente para gestores da Regional Goiás e de instituições parceiras do evento. “A discussão sobre o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior pressupõe permanente discussão sobre os indicadores de avaliação que verifiquem o cumprimento dos requisitos de acessibilidade a fim de garantir a plena participação de todas as pessoas à educação superior”, assegurou ela.

 

Perfil

Cláudia Maffini Griboski é doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (conaes) e da Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação (CTAA). Foi eleita presidente da Red Iberoamericana Para El Asseguramento De La Calidad En La Educación Superior (RIACES) com a finalidade de desenvolver ações e projetos de avaliação nos países da América Latina e Caribe (2015-2017). no âmbito do Mercosul, foi representante do Brasil na Rede de Agencias Nacionais de Avaliação (RANA), para o desenvolvimento do Sistema de Acreditação Regional do Mercosul (ARCU-Sul) (2010-2016).

Coordenou o projeto de cooperação Brasil-África (2013-2016), para o desenvolvimento do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior em Cabo Verde. Desenvolve estudos e pesquisas sobre avaliação. Integra o Grupo de Estudos de Políticas de Avaliação da Educação Superior (GEPAES/UnB) e o Grupo de Trabalho de Politicas de Educação Superior da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Educação. De 2003 a 2008 foi diretora de Políticas de Educação Especial da Secretaria de Educação Especial (SEESP) do Ministério da Educação, onde, entre outras ações coordenou o Programa Direito a Diversidade nos países do Mercosul (2003-2006) e o Programa Educação Inclusiva: Direito à Diversidade nos Municípios Brasileiros (2004-2008). atuou na implementação do decreto de acessibilidade, na construção da lei de libras e na construção da política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva.

Foi também diretora de Avaliação da Educação Superior do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Programação e informações do evento: https://goo.gl/AG9wS2.

Fonte: Weberson Dias

Categorias: Eventos