Weby shortcut
Instagram
Youtube da UFG
educaçãoinclusiva

Regional Goiás oferecerá curso de pós-graduação em Educação Inclusiva

Por weberson dias. Criada em 21/11/18 10:22. Atualizada em 21/11/18 11:50.

No próximo mês será elaborado o edital de seleção para a especialização lato sensu em “Gestão e Práticas Educacionais Inclusivas”, a ser ofertada pela Regional Goiás a partir de 2019. Ao todo, serão 150 vagas, nos polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) nas cidades de Goiás, Alexânia, Goianésia, Inhumas e Uruana. De acordo com o cronograma, o edital deve ser divulgado em janeiro, as inscrições pelos candidatos serão feitas em fevereiro e a prova escrita do seletivo será em março de 2019. As aulas estão previstas para começar em abril de 2019.

A atual coordenadora da pós-graduação, também professora da Educação do Campo na Regional, Denise Alves, esclareceu que os graduandos que tenham afinidade com a temática podem se inscrever, porém precisam apresentar a declaração ou diploma de conclusão no ato da matrícula. Informou ainda que não haverá cobrança de mensalidade, porém o candidato deve pagar uma taxa de inscrição. “Esse curso de pós-graduação é importante não apenas para a nossa Regional, mas para as universidades públicas e particulares, por vivermos sob a égide da educação inclusiva, da política de inclusão social e educacional e isso nos coloca algumas demandas e desafios que não são pequenos”, destacou Denise.

Segundo ela, é necessário estimular e organizar o sistema de práticas educacionais e inclusivas. Destacou ainda que a acessibilidade física é apenas uma parte de um desafio muito maior. Segundo ela, se o estudante não tiver acessibilidade no processo educativo na educação para que ele possa se beneficiar do currículo, ele poderá evidenciar uma situação de fracasso acadêmico. “Sendo assim, é estruturante para qualquer universidade de hoje que pense em fazer esse serviço de oferecer formação continuada para seus profissionais”, afirmou.

 

Pós

O curso será desenvolvido na modalidade semipresencial e contabilizará 420 horas, distribuídas em 12 disciplinas que devem durar 18 meses. O principal objetivo é formar profissionais da educação (gestores e professores), para desenvolver e implementar projetos educacionais inclusivos no âmbito da gestão e do trabalho pedagógico nas escolas de educação básica, portanto, tem como público-alvo professores e gestores das escolas de educação básica, demais profissionais da educação e áreas a fins interessados na temática.

 

Fonte: Weberson Dias

Categorias: Noticias