Weby shortcut
Instagram
Youtube da UFG
Feira COOPAR 5

Estudantes do Ledoc divulgam Feira Coopar no Tempo Comunidade

Por weberson dias. Criada em 08/02/19 17:24. Atualizada em 08/02/19 18:24.

Os produtos agroecológicos comercializados são de qualidade, porém a feira precisa de divulgação para atrair mais pessoas.

O Tempo Comunidade (TC) da Educação do Campo da Regional está produzindo bons frutos. Um deles é um trabalho desenvolvido pelas estudantes Lorrayne Alves e Simone Ramos, durante a disciplina Experiência Compartilhada IV, ministrada pela professora Roberta Ribeiro, à época coordenadora do TC. As alunas do curso idealizaram uma divulgação da Feira da Cooperativa de Pequenos Agricultores de Goiás e Região (Coopar), que conta atualmente com uma média de 15 feirantes, responsáveis por comercializar os produtos do campo no local. Em diversas visitas e entrevistas com os feirantes, as discentes puderam perceber que o grupo de cooperados só diminui, apesar da boa localização, galpão com boa estrutura e produtos comercializados, com a proposta agroecológica de evitar agrotóxicos.

A ideia é que, quanto mais divulgada a feira for, maior será a escoação dos produtos e a geração de renda para as famílias, cujo sustento provém de lá. Segundo uma das estudantes, um total de 5 produtores desistiram da feira, por não compensar o gasto com o transporte dos produtos. “Isso gerou neles um desânimo. Os produtos eram e são bons e saudáveis, mas não tinham muito para quem vender. Por isso, é necessária a divulgação da feira”, reforçou a estudante do curso, Lorrayne Alves, que acrescentou que notou haver uma diferença no tamanho da folha de couve sem agrotóxicos. Segundo ela, é menor que aquela que se compra comumente no supermercado.

Feira COOPAR 4

Carências

Ela conta ainda que escolheu trabalhar com os feirantes pelas inúmeras necessidades, descaso e até obstáculos enfrentados por eles, no dia a dia, especialmente pelos órgãos reguladores. Também lhes relataram a falta de apoio das esferas públicas. Algumas exigências ainda parecem estranhas para o grupo, como por exemplo, a mecanização do campo, visto que os recursos são parcos, segundo eles, para produzir em escala semi-industrial, o que fez feirantes desistirem da feira.

Além da prática intervencionista do curso, há ainda outros sujeitos que fazem com que se crie uma interface entre UFG e Coopar. A presidenta da Coopar, Márcia Cristina Garcia, é egressa do curso de Educação do Campo da Regional Goiás, e há atualmente alguns produtores que também estudam no curso, voltado para a formação de professores que atuam no campo.

Segundo a professora Roberta Ribeiro, o diálogo da comunidade universitária com comunidade campesina é enriquecedor e fortalece as duas instituições. “Após minha orientação, as estudantes tiveram a sensibilidade de perceber a necessidade dessa interface entre a universidade e a feira. Bem como prestaram atenção em quais necessidades têm os feirantes”, afirmou.

Feira COOPAR 3

Márcia Cristina Garcia, presidente da Coopar, é feirante e vende produtos derivados do leite

 

Coopar

Em entrevista à ASCOM, a presidenta da Coopar e egressa do Ledoc, Márcia Cristina Garcia, a Cooperativa de Pequenos Agricultores de Goiás e Região (Coopar) existe desde 2007 e atualmente conta com 75 associados de assentamentos e pequenas propriedades rurais do município. Os cooperados produziam especialmente leite e hortifrutigranjeiros e segundo ela, todos são agricultores familiares. “Para ser cooperado, o agricultor ou agricultora tem que pagar uma cota única no ato de ingresso e todas as terças-feiras deve contribuir com 7 reais por banca. 

A moradora do Assentamento Varjão, Maria Lúcia Gomes da Silva, está desde o início da Feira Coopar. Ela e o irmão comercializam, entre outros produtos, leite, queijo, rapadura, moça branca, melado e poupa de fruta. Maria Lúcia confirma que diminuiu o número de feirantes. "Nossos fregueses nos falam que falta divulgação. Muitos dizem que não sabiam que a Feira acontecia aqui e até hoje ainda tem gente que não sabe dela". 

Feira COOPAR 6

Maria Lúcia Gomes da Silva: "Nossos fregueses nos falam que falta divulgação"

A Feira Coopar acontece sempre às sextas-feiras, às 16h, em frente ao Estádio de futebol, no setor Jardim Vila Boa. 

 

Feira COOPAR 1

 

FEIRA COOPAR

Feira da Agricultura Familiar com produtos agroecológicos

Quitandas e doces em geral, como cocada, doce de leite etc

Pamonhas

Leite, requeijão, rapadura

Farinha de mandioca

Polpas de frutas

Carne, linguiça e banha de porco

Frutas, verduras e legumes em geral, como banana, alface, couve, mandioca etc

Venham conhecer a Feira COOPAR, localizada no Bairro Areião, ao lado do Salão da Irmã Revi, em frente ao estádio de futebol. Toda sexta-feira, às 16h.

Divulgação

Márcia Cristina Garcia (egressa LEdoC/UFG/Regional Goiás e Presidenta da COOPAR)

Lorrayne Lago Alves e Simone de Abreu Ramos (estudantes LEdoC/UFG/Regional Goiás)

Orientação: Profa. Dra. Roberta Rocha Ribeiro (LEdoC/UFG/Regional Goiás)

UFG/Regional Goiás

Fonte: Weberson Dias

Categorias: Noticias