Weby shortcut
Instagram
Youtube da UFG
Notícias Regional

BOLETIM 1/2019: Em tempos de crise, a Regional Goiás bate recordes de ingresso de novos alunos

By weberson dias. Created at 03/15/19 15:46 . Updated at 04/08/19 21:03 .

Confira o Boletim 1/2019 da Regional Goiás

Regional Goiás efetivou 178 matrículas

Depois de dois anos com o calendário acadêmico diferenciado por causa da reposição de aulas devido as paralisações de 2013 e 2015, a Regional Goiás da UFG inicia o primeiro semestre de 2019 de modo compatível com as demais Regionais da UFG e outras IES do estado, porém, o recesso acadêmico encerrado em 13 de março foi marcado por muito trabalho.

A direção da Regional e as equipes técnicas se revezaram durante o recesso para garantir que o início do semestre transcorresse sem contratempos. As matrículas para o primeiro semestre de 2019 aconteceram entre fevereiro e março de 2019.

Segundo o coordenador-adjunto do Centro de Gestão Acadêmica (CGA), Katiel Corrêa Sousa Castro, o ingresso de estudantes na Regional Goiás nesse semestre superou as expectativas. Castro afirma que em 2018 foram efetivadas 170 matrículas e que até o fechamento dessa matéria já havia sido preenchidas 150 vagas sem contar com as vagas que seriam preenchidas pela chamada pública: “Isso significa que poderemos ter 100% de preenchimento de vagas nesse ano”, afirma. O CGA acredita que “esse movimento está diretamente relacionado a regularização do calendário acadêmico”, conclui.

O diretor da Regional, professor Renato de Paula chama atenção para esse movimento que parece expressar um curioso paradoxo: “É muito positivo que tenhamos um aumento da demanda por vagas na Universidade, justamente no momento onde a Universidade passa pelas maiores dificuldades já enfrentadas em toda sua história. Isso significa que a sociedade quer ter acesso ao ensino superior público de qualidade, na contramão de alguns discursos que estão sendo veiculados pela mídia”.

O diretor ainda lembra da importância do processo de expansão e interiorização da rede federal de ensino afirmando que “o noroeste do Estado de Goiás ganhou muito com a consolidação da UFG na Região do Vale do Araguaia e do Rio Vermelho, é uma conquista histórica”.

Além do trabalho desenvolvido pelo Centro de Gestão Acadêmica (CGA) e pela Coordenação de Graduação (COGRAD), a Comissão de Heteroidentificação da Regional também trabalhou bastante. Essa comissão é responsável pela aplicação da Lei 12.711/2012 que dispõe sobre a reserva de vagas nas Universidades Federais. A professora Danielle da Silva Beltrão, membro da Comissão relata que foram feitas várias capacitações para todas as comissões das unidades acadêmicas da UFG e que na Regional Goiás a comissão se empenhou em cumprir a tarefa de garantir o ingresso dos estudantes elencados como público-alvo da referida lei. “Ainda há coisas para serem aperfeiçoadas, mas o trabalho feito já aponta um grande caminho na direção da inclusão social dos estudantes”, afirma.

No dia 25 de março, às 14 horas, aconteceu a chamada pública para as vagas remanescentes. O primeiro semestre de 2019 vai de 13 de março à 18 de julho. Confira aqui o calendário acadêmico. [CLIQUE AQUI]

Boletim 1 - Fotos - Calouros

Enfrentar as adversidades com muito trabalho é marca da Regional Goiás

Como todas as universidades públicas brasileiras, a Regional Goiás da UFG também vem sofrendo os impactos dos progressivos cortes nos investimentos na educação superior. O antigo campus de Goiás, hoje Regional Goiás, cresceu consideravelmente em número de alunos, professores e técnicos, embora o número de técnicos e professores ainda seja insuficiente. A estrutura física está aquém das necessidades e a falta de investimento por parte do governo barrou o projeto de expansão e qualificação iniciado em 2009.

Esse cenário seria desanimador para qualquer pessoa, contudo, para a Direção, para as equipes técnicas e para os estudantes da Regional essa situação só aumenta ainda mais a vontade de todos para lutar por uma universidade pública de qualidade e que cumpra sua função social. Com esse desafio, o recesso acadêmico de 10 de fevereiro à 10 de março de 2019 foi marcado por muito trabalho das equipes da Regional. Confira nesse informativo parte de tudo que foi realizado e saiba quais são as expectativas para 2019.

Restaurante Universitário – R.U.

No dia 3 de agosto de 2018, por iniciativa da direção da Regional Goiás, foi instituido um Grupo de Acompanhamento à Assistência Estudantil com o objetivo de viabilizar aos estudantes uma maior participação na dinâmica gerencial dos assuntos relacionados a vida acadêmica. O grupo saiu dessa reunião com várias tarefas, sendo que uma delas consistiu em garantir a representação dos estudantes no grupo de trabalho que está encaminhando as questões relativas ao Restaurante Universitário (GT-RU). A primeira reunião aconteceu no dia 11 de outubro de 2018 e a segunda reunião em 28 de fevereiro de 2019, onde a representação estudantil justificou sua ausência devido ao recesso acadêmico.

Vários encaminhamentos estão sendo dados desde então, dentre os quais podemos destacar: a captação de recursos para finalização da obra (acabamentos e acessibilidade); a inventariação das máquinas, equipamentos e acessórios para montagem do Restaurante; reuniões com parceiros para construção coletiva do projeto de ocupação da área do “horto”, localizada na parte traseira do R.U. (Prefeitura, Iphan, UEG, IFG, MP, Câmara de Vereadores, Seinfra, etc.); elaboração do Termo de Referência que irá nortear a licitação da empresa que prestará os serviços alimentícios, sendo que essa última iniciativa pressupõe uma série de procedimentos anteriores.

Questionário

Para dimensionar com maior exatidão os termos da licitação, a Direção da Regional Goiás, SEINFRA e PROAD necessitam ter uma estimativa de público. Pensando na melhor forma de buscar esses dados, a Direção irá lançar, por meio eletrônico, um questionário destinado, sobretudo, aos estudantes, que responderão questões relativas ao uso do Restaurante. “Esse levantamento é fundamental, se considerarmos que uma parcela significativa dos nossos estudantes não reside na cidade de Goiás e os nossos cursos são todos noturnos, a exceção da Arquitetura e Urbanismo que é integral e a Administração que passou para o noturno, mas ainda conta com turmas do matutino”, diz o diretor da Regional, Prof. Renato de Paula.

O questionário estará disponível até o dia 26 de abril. Para acessar o questionário clique aqui.Boletim 1 - Fotos - Questionários

Parcerias para o Restaurante

O projeto de R.U. almejado pela comunidade acadêmica da Regional Goiás da UFG indica que o uso do restaurante deverá ser amplo e democrático. Deste modo, o G.T. - R.U já verificou as possibilidades jurídicas dessa ampliação e estabeleceu como parceiros prioritários as instituições de ensino da cidade de Goiás e região e os governos municipais e estaduais. Assim, o G.T. pensa em contemplar também estudantes de instituições como a UEG, o IFG, as escolas de ensino básico, fundamental e médio, dentre outros, além da população em geral. “A legislação do PNAES não permite que a Universidade custeie com o subsídio para um público que não seja o público da própria Universidade, contudo, estamos estudando formas de tornar o R.U. acessível financeiramente para outros públicos, além do nosso corpo estudantil”, informa o Diretor da Regional.

"Na conjuntura em que estamos não é possível prever uma data para a conclusão de todo esse trabalho, nem dos resultados da captação de recursos, mas esperamos que fique evidente para nossa comunidade acadêmica que não estamos acomodados. Estamos trabalhando muito para superar as dificuldades e nesse momento todo apoio que pudermos receber será bem-vindo, principalmente dos estudantes”, afirma Renato.

Perspectivas para 2019

Balanço

A Direção da Regional Goiás pretende realizar no início desse ano, provavelmente em abril, o segundo Seminário de Balanço da Gestão. O primeiro foi realizado em 20 de fevereiro de 2018 e na ocasião a equipe de gestão foi apresentada à comunidade acadêmica e as metas e as ações realizadas por cada órgão, departamento ou setor puderam ser avaliadas pelos presentes. Dessa vez, serão destacadas as realizações dos departamentos da Regional e as dificuldades impostas pelas restrições orçamentárias crescentes, além de um balanço do cumprimento das metas do planejamento 2017-2021.

Recursos Humanos

No ano de 2019 serão feitos investimentos metodológicos para avançarmos no debate sobre a Política de Recursos Humanos da Regional Goiás da UFG. A perspectiva é que seja realizada a primeira reunião do Fórum de Trabalhadores da Regional com o debate sobre as reformas trabalhista e da previdência. Além disso, a Direção pretende apresentar aos servidores os resultados dos estudos relativos a readequação funcional da Regional. Esses estudos tiveram o objetivo de propor uma otimização e racionalização dos recursos humanos da Regional em virtude das modificações nas demandas de trabalho. Esse tema foi uma das pautas da primeira reunião semestral da Direção com os servidores que aconteceu no dia 27 de março. Pela primeira vez, estiveram reunidos servidores efetivos e terceirizados em um espaço onde foi debatida a conjuntura da educação no país e a Direção pôde informar aos presentes quais as perspectivas possíveis para enfrentamento das adversidades colocadas para as instituições de ensino.

Espaços Físicos da Regional

A questão dos espaços físicos da Regional tem sido uma pauta recorrente. No decorrer de sua história várias iniciativas foram tentadas com o intuito de promover uma maior racionalização do uso dos poucos espaços que a Regional dispõe para realizar todas as suas atividades (administrativas e pedagógicas). Já foram instituídas comissões, como a comissão de planejamento que se ocupou prioritariamente da questão dos espaços físicos; já foram realizadas reuniões, assembléias, e os efeitos ainda não contemplam os anseios da comunidade. A comunidade acadêmica da Regional continua insatisfeita com o uso atual dos espaços e demandando soluções, nem sempre razoáveis para o coletivo. Assim, a Direção da Regional lança a partir de hoje um questionário eletrônico onde toda a comunidade acadêmica terá a oportunidade de se manifestar sobre a temática. Os resultados serão apresentados em uma Assembleia Geral onde se apresentarão as propostas de readequação. Os encaminhamentos da Assembléia serão homologados no Conselho Gestor da Regional.

Para acessar o questionário sobre os espaços físicos clique aqui.

CONEPEC 2019 e 2020

A oitava edição do Congresso de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da Regional Goiás – CONEPEC – acontecerá entre os dias 17 à 19 de junho de 2019. Esse será o maior CONEPEC já realizado pela Regional Goiás. Até o final dessa edição, a página de submissões de trabalho já contava com 140 trabalhos inscritos. O evento terá uma dimensão internacional. Para 2020 a expectativa é de que seja realizado um Congresso interinstitucional promovido coletivamente pela UFG, UEG e IFG. As tratativas entre as instituições para que isso ocorra se iniciaram no dia 14 de março em reunião realizada com os Diretores de cada uma das instituições.

Pós-Graduação Strictu Sensu

Foi homologado pela Capes, no último dia 13, o Doutorado Interinstitucional Fora de Sede (Dinter) da área de Arquitetura e Urbanismo que será realizado através da parceria entre o Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (PPG-UFBA), o Curso de Arquitetura e Urbanismo da Regional Goiás e a Faculdade de Artes Visuais da Regional Goiânia (FAV). O Dinter contribuirá para qualificação dos professores mestres do curso de Arquitetura e Urbanismo da Regional Goiás e ainda capacitará as equipes gestoras da Regional no que diz respeito a elaboração dos projetos de pós-graduação strictu sensu na Regional.

A Regional Goiás da UFG é parceira da UEG e do IFG na realização de outro programa de pós-graduação, do mestrado interinstitucional e interdisciplinar em Educação e direitos humanos, arte e história da cultura. A Direção da Regional acredita que essa experiência, juntamente com o Dinter e o Conepec abrirão as portas da Regional para a pós-graduação strictu sensu: "Precisamos capacitar nossos quadros para gestão acadêmica e nos consolidar como pesquisadores de excelência na área das humanidades. Cumprir essas etapas será fundamental para avançarmos para o strictu sensu na Regional, seja ele disciplinar ou multidisciplinar", afirma o Diretor.

Parcerias

A Direção da Regional Goiás solicitou uma reunião com os diretores da UEG-Campus Cora Coralina, Profa. Deborah Magalhães e com o diretor do IF-Goiás, Prof. Sandro Di Lima, para tratar de assuntos de interesse das três instituições de ensino. A reunião aconteceu no IF-Goiás no dia 14 de março às 9 horas. As instituições acordaram uma série de encaminhamentos tais como: realização conjunta do Espaço das Profissões 2019, Construção compartilhada de calendário acadêmico, realização do CONEPEC interinstitucional para 2020, uso de espaços compartilhados para laboratórios abertos à comunidade como os laboratórios do Projeto Ipê, da sala de pranchetas e laboratório de construção civil para o curso de Arquitetura e Urbanismo, atividades de extensão compartilhadas no Jardim da Transfiguração, compartilhamento dos planejamentos de expansão de novos cursos para evitar sombreamento de cursos, Participação pró-ativa dos diretores das três instituições junto ao Fórum de Reitores, parceria da UFG e da UEG na utilização e construção do Centro de Referência e Memória do Trabalhador, projeto do IFG para ocupação do Quartel do XX, intervenção das três instituições junto a prefeitura de Goiás e as prefeituras do entorno para tratar da questão do transporte dos estudantes das cidades vizinhas. Além disso, os diretores reafirmaram a parceria que já está acontecendo entre as três instituições para a implementação do mestrado interinstitucional e interdisciplinar em Educação e direitos humanos, arte e história da cultura.

Boletim 1 - Fotos - IES de Goiás

Source: Arthur Maresca

Categories: Noticias