Weby shortcut
Instagram
Youtube da UFG
tete

Estudante abre exposição tête-à-tête na Biblioteca da Regional Goiás

Por weberson dias. Criada em 13/11/18 15:13. Atualizada em 14/11/18 08:38.

A artista visual e estudante de Arquitetura da Regional Goiás, Nayara Gonçalves, disponibilizou para o grande público no corredor do piso superior da Biblioteca Cajuí, a exposição tête-à-tête, com 12 quadros de desenhos finalizados, da frente das casas e comércios antigos, de estilo arquitetônico colonial e eclético, localizadas no centro histórico e entorno da Cidade de Goiás.

Conforme a estudante artista, todos os quadros foram desenhados a partir da observação, sem qualquer material técnico (régua, esquadro, escalimetro, etc) e coloridos com aquarela. Para replicar as fachadas em forma de desenho, a estudante artista conta que passava em média de duas a três horas, sentada de frente às edificações, e ficava ‘cara-a-cara’. “Iniciei este projeto em julho do ano passado, durante o recesso em que fiquei na Cidade de Goiás. Em breve, outras áreas da cidade também serão contempladas”, complementou.

tete

Frente a frente

A exposição foi batizada com uma expressão francesa, que, em português, em muito se aproxima do ‘face-a-face’. “Desde o primeiro desenho tive certeza de que esse seria o nome do projeto por se tratar da representação da fachada principal da edificação, que é voltada para a rua, e que na Arquitetura recebe o nome de testada”, explicou.

Nay2

Segundo ela, a motivação para iniciar o trabalho surgiu da observação do olhar descuidado com que as fachadas históricas são notadas. “Geralmente, elas são tratadas como segundo plano para fotos turísticas, quando, na verdade, a história por trás de cada uma delas pode ser algo ainda mais incrível”, observou. Ainda conforme a artista, todas as obras em exposição devem ser comercializadas. “As peças em exposição são cópias e serão vendidas com preço de cópias. Os originais também estão disponíveis para venda, mediante negociação”, adiantou.

 

Perfil

Atualmente com 27 anos, Nayara Gonçalves ou simplesmente “Nay”, nasceu em Itapuranga (GO), cidade que faz fronteira com Goiás. Desde 2013 é bacharel em Design de Interiores depois de concluir o curso de Artes Visuais na Universidade Federal de Goiás (UFG). Atualmente, é acadêmica do curso de Arquitetura e Urbanismo na Regional Goiás, e participa de pesquisas nas áreas de habitação social – melhoria e ampliação, habitação rural e direitos sociais do campo, representação gráfica de paisagem urbana e representação gráfica da Serra Dourada.

Também já realizou outras exposições na cidade. A “Female Folego”, foi uma série de croquis realizados durante o processo de criação para ilustrações do livro de poesias “Afagos e afetos: sopros ao vento”, da professora Maria Meire de Carvalho e que também foram expostas na Biblioteca Cajuí. Um total de 15 croquis femininos nasceram e se tornaram resultado da exposição, sendo que 5 deles foram selecionados para o livro e um dentre os 5 foi eleito pela própria Maria Meire como identidade para o Grupo Feministra G-SEX.

Nay3

Participou ainda de uma atividade coletiva no Palácio Conde dos Arcos, no intuito de expor quadros de representação da arquitetura a partir de seus clássicos. O evento foi resultado de um curso de extensão da UFG, desenvolvido pelas professoras Suzete Bessa e Ariane Borges. Também fez parte da exposição coletiva “Desenhadores Urbanos de Goiás”, já exposto na Biblioteca Cajuí, e no VII Congresso de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da Regional Goiás da UFG.

Nayara também foi jurada durante o 19º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA 2017). Na oportunidade, ela esteve no corpo de jurados inédito composto por universitários da Cidade de Goiás, sendo uma das três mulheres do “Júri Jovem”. Nayara colaborou com um olhar menos cinematográfico e mais urbanístico para as produções apresentadas, já que a temática do FICA no ano passado era “Cidades Sustentáveis”.

Sempre que é convidada e tem disponibilidade, atua também como fotógrafa voluntária da Assessoria de Comunicação da Regional.

Fonte: Weberson Dias

Categorias: Noticias